plant-based diets
Reading Time: 3 minutes

Num estudo recente publicado no Journal of Nutrition, os investigadores examinaram os efeitos de uma alimentação à base de plantas nos níveis de mortalidade.

 

São cada vez mais os indivíduos que optam por uma alimentação à base de plantas, o que requer mais estudos acerca de como este tipo de alimentação afeta a saúde. Existem inúmeras razões para adotar uma alimentação à base de plantas, entre as quais a saúde, o ambiente, razões éticas e religiosas, ou uma combinação destas.

Os alimentos vegetais são conhecidos como alimentos básicos saudáveis. Por sua vez, as carnes vermelhas apresentam fortes ligações a um risco elevado de doenças cardiovasculares. Um estudo recente demonstrou que a substituição de carne por vegetais e a manutenção do mesmo consumo calórico, está associada a um nível reduzido de mortalidade. No entanto, a substituição por completo poderá ter efeitos diferentes e existem, portanto, estudos globais com resultados discordantes acerca dos benefícios de uma alimentação à base de plantas nos níveis de mortalidade.

Um grupo da Universidade Johns Hopkins Escola Bloomberg de Saúde Pública examinou o impacto de uma alimentação à base de plantas nos níveis de mortalidade através de um estudo de longa duração. Os resultados foram publicados no Journal of Nutrition.

Índice de Alimentação à Base de Plantas Saudáveis

Este estudo recorreu a resultados do Terceiro Inquérito Nacional de Saúde e Nutrição (Third National Health and Nutrition Examination Survey) nos Estados Unidos, no qual participaram 11,000 indivíduos que forneceram informações acerca dos seus hábitos alimentares e estado de saúde. Para determinar a qualidade da alimentação dos participantes, os investigadores criaram o Índice de Alimentação à Base de Plantas Saudáveis. Os resultados do índice basearam-se na alimentação de cada participante, o que proporcionou uma forma mais prática e imparcial de quantificar os alimentos à base de plantas na dieta de um indivíduo, sendo que grande parte dos estudos vegetarianos focam-se mais em participantes conscientes a nível da saúde. Neste índice, alimentos vegetais saudáveis receberam pontos positivos, enquanto que alimentos vegetais menos saudáveis e carnes receberam pontos negativos.

Características dos indivíduos com uma alimentação rica em alimentos vegetais

Com base no Índice de Alimentação à Base de Plantas Saudáveis, os participantes com resultados mais altos, i.e. com uma alimentação mais rica em alimentos vegetais saudáveis, eram no geral do sexo feminino, caucasianos, de idade mais avançada e casados. Para além disso, estes possuíam um nível de educação mais alto, eram mais ativos fisicamente e não-fumadores. 10% dos participantes com resultados mais elevados consumiam mais nutrientes saudáveis como fibra e vitamina C, e menos componentes prejudiciais à saúde como o sódio, gorduras e colesterol.

Alimentação rica em alimentos vegetais associada a um risco menor de mortalidade

A equipa de investigadores registou 2228 mortes após o período de seguimento dos participantes de cerca de 19 anos. Os investigadores analisaram os dados recolhidos do índice e determinaram que para indivíduos com um resultado acima da média, um aumento de 10 pontos nos resultados estava associado a um risco estatisticamente mais baixo de mortalidade.

Este estudo demonstra a relação existente entre uma alimentação à base de plantas e o risco menor de mortalidade em indivíduos com um resultado do índice acima da média. Os resultados obtidos demonstram também que o índice pode ser indicador de benefícios para a saúde e que a adoção de uma alimentação rica em vegetais saudáveis poderá reduzir o risco de mortalidade.

Apesar dos resultados comprovarem a ideia de que uma alimentação à base de plantas é saudável, são necessários estudos em grande escala para solidificar o conhecimento existente acerca dos seus benefícios.

Escrito por Branson Chen, BHSc
Traduzido por Ângela Carvalho, PgC

Referências: Kim H, Caulfield LE, Rebholz CM. Healthy Plant-Based Diets Are Associated with Lower Risk of All-Cause Mortality in US Adults. The Journal of Nutrition. 2018 Apr 1;148(4):624-31.

Facebook Comments

How much did this article help your understanding of this health condition?

0 1 2 3 4 5