traditional Chinese medicine

Terapias alternativas como a medicina tradicional chinesa têm sido utilizadas para o  tratamento de doenças crónicas. Um exemplo destas é a osteoartrose do joelho. Uma análise geral recente de dez revisões sistemáticas avaliou a segurança e eficácia da medicina tradicional chinesa no tratamento da osteoartrose do joelho.

Os conceitos de longa data existentes na nossa sociedade relativos a grande parte, senão a todas as disciplinas científicas, são primariamente centrados na cultura ocidental. O mundo à nossa volta foi criado na adoção do método científico que testa e valida de forma sistemática as hipóteses. Tal é crucial em áreas como a medicina, em que devem ser empregados os métodos mais efetivos para a saúde dos pacientes sem comprometer a sua segurança.

Recentemente, os cientistas têm testado a medicina tradicional chinesa e a sua segurança e eficácia. É claro que as civilizações fora do escopo ocidental têm os seus próprios métodos de cuidados de saúde e o seu sucesso histórico pode servir como validação da sua eficácia. Um exemplo é a medicina tradicional chinesa (MTC) que utiliza métodos bastante distintos daqueles a que estamos acostumados no tratamento de doenças.

O desenvolvimento da sociedade global abriu as portas para uma re-avaliação destas práticas. Tendo sido rejeitadas e consideradas ineficazes, hoje em dia os profissionais de saúde aceitam o potencial valor das terapias alternativas e procuram integrá-las nos cuidados de saúde em vigor.

Em relação ao tratamento da osteoartrose do joelho, as diretrizes da Osteoarthritis Research Society International (OARSI) recomendam a utilização de técnicas ocidentais como o controle de peso ou cirurgia, e práticas da medicina tradicional chinesa como a acupuntura, a fitoterapia, a moxibustão (sucção através de copos), banhos de ervas e Tai Chi.

A fim de determinar a eficácia e segurança destas intervenções, os profissionais de saúde da Universidade de Medicina Chinesa de Nanjing levou a cabo uma revisão sistemática das fontes de literatura disponíveis. Dez revisões, que incluíam informação acerca de mais de 3,000 estudos sobre o uso de medicina tradicional chinesa no tratamento da osteoartrose do joelho, foram examinadas e publicadas na edição de Dezembro de 2017 do PLoS journal.

Estas revisões sistemáticas confirmaram o valor e os benefícios da medicina tradicional chinesa, em particular no alívio da dor e atenuação da disabilidade. No entanto, os autores apontaram para a existência de inconsistências em muitos dos estudos e concluíram que devem ser empregues metodologias mais rigorosas para validar a eficácia destes tratamentos, em especial em investigações futuras.

Através do método científico vigente para a avaliação da medicina tradicional chinesa, foi confirmada a eficácia das técnicas no tratamento da osteoartrose do joelho. Apesar de ser necessária mais investigação, os dados disponíveis demonstram que estes métodos são seguros e eficazes. Podemos assim beneficiar das técnicas medicinais existentes tanto no ocidente como no oriente.

Escrito por Jay Martin, M.D.
Traduzido por Ângela Carvalho

Referências: Wang, et al. “Traditional Chinese medicine for knee osteoarthritis:  An overview of systematic review. PLoS ONE 12 (12): e0189864.  https://doi.org/10.1371/journal.pone.0189864.

Facebook Comments