vitamin K deficiency

Um estudo analisou a potencial ligação entre a deficiência de vitamina K e os mecanismos associados com o desenvolvimento de doença pulmonar.

A inflamação dos pulmões na doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC) é caracterizada pela dificuldade em respirar devido à obstrução das vias respiratórias. Estudos mostram que esta inflamação pode não afetar apenas os pulmões mas também ter impacto em orgãos como o coração e por esta razão resultar em doenças como a doença arterial coronária.

A associação frequente existente entre a DPOC e doenças cardiovasculares significa que pacientes de DPOC são medicados com anticoagulantes, tais como os antagonistas de vitamina K, que previnem a formação de coágulos de sangue mas que causam deficiência de vitamina K. O uso de medicamentos anticoagulantes por um longo período de tempo pode ser a causa do agravamento da doença que pode levar a embolismos pulmonares (bloqueio do pulmão geralmente causado por um coágulo de sangue).

Os antagonistas de vitamina K reduzem a coagulação do sangue através da inibição da desta, um elemento essencial para a coagulação do sangue. Um efeito secundário comummente observado no uso de antagonistas de vitamina K é a calcificação vascular, um fator risco no domínio cardiovascular. A vitamina K é necessária para a ativação de uma proteína que age como inibidor potente da calcificação das artérias. O aumento da vitamina K mostra pois um efeito protetor contra a calcificação arterial.

Para além disso, um mecanismo comum existente na calcificação vascular e na progressão da doença em pacientes de DPOC é a degradação da elastina. A elastina está presente nos pulmões e nas paredes das artérias dando elasticidade e resiliência a estes tecidos. A degradação e calcificação da elastina são dois mecanismos patogénicos que se estimulam mutuamente e que podem ser a ligação observada entre DPOC e doenças cardiovasculares.

Num artigo recente publicado em Respiratory Research, investigadores holandeses colocaram a hipótese de que a deficiência da vitamina K é determinante para a degradação e calcificação da elastina e que por esta razão está associada aos mecanismos patogénicos da DPOC. Foram analisados estudos atuais, incluindo estudos observacionais e humanos e estudos de intervenção animal.

Existem inúmeras razões para a deficiência de vitamina K, incluindo mas não limitado ao baixo consumo desta vitamina. Curiosamente, num estudo observacional de grande escala, foi constatado em muitos países que o consumo de grandes quantidades de queijo, uma fonte rica de vitamina K2, estava associado ao melhor funcionamento dos pulmões e menores eventos de enfisema pulmonar. No entanto, os dados indicam que indivíduos com maiores taxas de degradação de elastina apresentam também um maior gasto de vitamina K. Como níveis mais altos de degradação de elastina estimula a calcificação desta, tal pode levar à deficiência de vitamina K. Este ciclo vicioso pode ter um impacto na taxa de sobreviventes de DPOC graças ao risco elevado de doenças cardiovasculares.

Em conclusão, há uma abundância de provas circunstanciais que apontam para uma possível relação entre a deficiência de vitamina K e a degradação da elastina com os mecanismos patogénicos existentes em doenças cardiovasculares em pacientes que sofrem de doença pulmonar obstrutiva crónica. Tal fato suscita preocupações relativas à eficácia e segurança do uso de antagonistas de vitamina K em pacientes de DPOC. Estudos futuros mostram-se necessários para a investigação do papel de suplementos de vitamina K na redução da degradação de elastina e a consequente calcificação vascular, assim como estudos de coorte humanos que analisem a relação entre a deficiência de vitamina K e o seu impacto na evolução de doenças como o enfisema pulmonar em pacientes de DPOC.

Escrito por Lacey Hizartzidis, PhD
Traduzido por Ângela Carvalho, PgC

Referências:

(1) Piscaer I, Wouters EFM, Vermeer C, Franssen FME, Janssen R. Vitamin K deficiency: the linking pin between COPD and cardiovascular diseases? Respiratory Research Nov 13 2017; 18:189. Doi: 10.1186/s12931-017-0673-z.
(2) Chatrou ML, Winckers K, Hackeng TM, Reutelingsperger CP, Schurgers LJ. Vascular calcification: the price to pay for anticoagulation therapy with vitamin K-antagonists. Blood Rev. 2012 Jul;26(4):155-66. doi: 10.1016/j.blre.2012.03.002.

Facebook Comments

How much did this article help your understanding of this health condition?

0 1 2 3 4 5